sábado, 12 de setembro de 2009

.rascunho

"Dentro da bolinha de papel amassado, jogada no cesto, dois personagens corriam campos inteiros, corriam os prados e planícies de mãos dadas."
.
.
.



[rita apoena]
.
.
update: e quantos planos e sonhos nossos tem esse mesmo fim...?

7 comentários:

Atreyu disse...

Uma linda aventura, talvez um romance, amassado! Que pena

Mariane disse...

Uma história jogada fora...

homero luz disse...

Só de histórias assim jogadas no lixo quantas boas poderiam se aproveitar hein?

Simão disse...

Tudo bem com você?
Se calhar nem tudo o que a gente deita no lixo é lixo mesmo... como sonhos, esperanças, ideias.. eu acho até que é preciso recuperar algumas coisas que a gente deitou no lixo (ás vezes sem querer), não é Ana?

Simão

Dri Viaro disse...

Estou passando pra contar que fomos Top2 na categoria humor do Top Blog, obrigada a todos que votaram, em 2010 tem mais.
As fotos do evento estão no blog
bjssss e boa semana

Bela disse...

Às vezes os sonhos abandonados só estão dando lugar aos novos, às vezes eles são reciclados, enfim...
E como diria Raul: "assim como os poetas todos nós temos que sonhar", não podia faltar Raul não é, rsrs.
Bjinhos e boa semana.

O Profeta disse...

Troquei as voltas a um Golfinho feliz
Afagei a cria de uma Baleia azul
Confundi uma nuvem com ilha encantada
Perdi-me na rota entre o Norte e o Sul

Aprisionei o olhar de uma gaivota
Enchi a alma com penas de imensa leveza
Enchi o coração de doce maresia
Adormeci nos braços da incerteza

Vem viajar comigo no meu barco de papel


Boa semana

Doce beijo