terça-feira, 26 de agosto de 2008

.dilema

esses dias li uma coisa, acabei copiando e guardando... porque já me questionei muito sobre isso.
e dizia assim:


"Fazer o que se gosta ou gostar do que se faz?
Pode parecer o mesmo, mas é bem diferente. Já santo Agostinho dizia que o segredo de uma vida feliz estava em gostar - e aprender a gostar - de fazer aquilo que se tem que fazer e que é a nossa missão. Quem só faz aquilo de que gosta, limita-se a seguir os seus apetites e fica criança mimada. Nem é feliz, nem se pode contar com ele."


eu sempre preferi fazer o que gosto. mas quantas e quantas vezes eu fiz coisas que não gostava, ou julgava não gostar, e depois percebi que eu estava errada? inúmeras.
no fim, acho que o importante é fazer as coisas com o coração. fazer verdadeiramente, porque o retorno sempre vai ser verdadeiro também.
manter a mente aberta ao diferente e não se limitar aos próprios caprichos...
[porque é tanta "criança mimada" que se vê por aí...]

...

e sempre tem os folgados/espertinhos =P

2 comentários:

Gui disse...

Como nem sempre tenho tempo para fazer só o que gosto, acabo tendo que aprender a gostar do que faço heheh

é por aí....

beijos!

Vento disse...

nhaaaaaaaaa!!!