quarta-feira, 21 de julho de 2010

.porque o morno me dá sono


"Sou composta por urgências: minhas alegrias são intensas; minhas tristezas, absolutas. Me entupo de ausências, me esvazio de excessos. Eu não caibo no estreito, eu só vivo nos extremos."

.clarice lispector



[não sou apressada; prefiro chamar isso de intensidade.]

.

.sei que já coloquei essa música no blog, mas ouvi hoje no rádio e ela me desarmou [adorooo]:

6 comentários:

Daniel disse...

Intensidade... tb sou assim... mas as vezes faz um mal... temos de saber segurar a onda em certas situações.
Beijo

Prity disse...

Olá!
Achei bem legal a idéia. Um café no Praia de Belas ou uma cerveja na Lima e Siva. Huhauaha.
Vamos amadurecer essa idéia!
beijos
beijos
Pri

MeiOculto disse...

Cada um sabe da própria dor e alegria de receber os presentes que a vida nos oferece. As medidas de intensidade e importância de sentimentos que devemos utilizar para cada uma delas ... algumas vezes é até possível definir mas na maioria... xiii

Bjos menina

Nine Stecanella disse...

Intensidade é tudo em épocas, como as de agora, onde tudo é corrido. Onde falta tempo.

The Heart of Lilith disse...

É, o tédio me consome a alma!
O meio termo também!

Beijos

R.L. disse...

Clarice é tudo.
E ela sempre está certa, impressionante.
seguindo bj