sábado, 16 de outubro de 2010

.o mundo


"Um homem da aldeia de Neguá, no litoral da Colômbia, conseguiu subir aos céus. Quando voltou, contou. Disse que tinha contemplado, lá do alto, a vida humana. E disse que somos um mar de fogueirinhas.

- O mundo é isso - revelou. - Um montão de gente, um mar de fogueirinhas.

Cada pessoa brilha com luz própria entre todas as outras. Não existem duas fogueirinhas iguais. Existem fogueiras grandes e fogueiras pequenas e fogueiras de todas as cores. Existe gente de fogo sereno, que nem percebe o vento, e gente de fogo louco, que enche o ar de chispas. Alguns fogos, fogos bobos, não alumiam nem queimam; mas outros incendeiam a vida com tamanha vontade que é impossível olhar para eles sem pestanejar, e quem chegar perto pega fogo."

.

[eduardo galeano, "o livro dos abraços" - é por aqui que me perco nestes dias.]

11 comentários:

"(H²K) - Hamilton H. Kubo" disse...

Saudações Ana, imagino que eu seja o primeiro desocupado então... (risos)

Vim conhecer seu espaço, me interessei por um comentário seu...
"qd tudo parece mt fácil e óbvio... perde a graça"

Creio que vá se recordar de onde!

Por isso cá estou, a conhecer mais pensamentos.

Beijos!

.ana disse...

certamente eu lembro onde comentei isso! heheh ;)
seja bem-vindo!

Priscy Little disse...

Ah eu sou um fogo pequeno, sereno e que nao queima nada rs. Adorei! =]

Larissa disse...

ah que lindo, que lindo. Sempre, sempre encontro coisas maravilhosas aqui, estava com saudades!

;*

.ana disse...

saudades de ti, larissa!!! =)

Atreyu disse...

Ele olhou bem!
Gostei da sua interpretação, Bjos

Larissa disse...

aaaa e o Desencanto tbm voltou ;)
http://desencante-1.blogspot.com/

Ice disse...

eu ainda tô aprendendo a apreciar a fogueirinha de cada um, sem desmerecer as que são mt diferentes de mim...

Prity disse...

Esse livro parece muito bom menina!
beijos

Larissa disse...

belíssimas escolhas como sempre!
;*

Maria Helena disse...

Oi sou uma das netas do meu avô. Faço arquitetura, adorei seu blog. Abraços