segunda-feira, 1 de setembro de 2008

.um conto vazio

[anna carolina paegle]



"Pensava a mil por hora e por isso andava sempre cansada...
Achava ter a vida uma beleza exaustiva e alinhar os pensamentos dava-lhe muito trabalho.
Costumava costurá-los como uma colcha de retalhos, mas não suportava cobrir-se com ela.
Foi quando, em um dia estranhamente verde, um gato entrou por sua janela, e, ao puxar um fio, desfez toda a colcha que estava sobre a cômoda, emaranhou-se em linhas e desapareceu no horizonte.
E ela então, obtendo alguns instantes de pausa ao perder os pensamentos, encontrou-se em sua essência e sorriu sinceramente."

...
.

[e me vou hoje... porto alegre sempre me faz bem... =]

.

2 comentários:

... disse...

"Costumava costurá-los como uma colcha de retalhos, mas não suportava cobrir-se com ela"

Essa parte tocou-me de uma forma...

ah menina...boa sorte então :)

Beijão!

... disse...

"vou pra Porto Alegre, xau"

:p