terça-feira, 26 de maio de 2009

.dúvida

"Já nem distingo mais se és sombra
ou sombra sempre foste,
e nossa história
invenção de livro soletrado
sob pestanas sonolentas."
.
.
.carlos drummond de andrade
.
.
.
[um recadinho: estou em dívida com algumas pessoas, mas assim que possível posto os selinhos/memes recebidos ;)]

14 comentários:

Dri Viaro disse...

Oi Ana, vim desejar um dia abençoado
bjs

LarissaAndrade. disse...

Drummond eh um mestre!!
bjs
;**

Carol disse...

Ana querida que saudades daki vou te linkar tá!!!
AHHHHH Drummond.. gosto bastante beijossss
p.s.: a foto ta linda

Atreyu disse...

Gostei da imagem... bonita mesmo!

Valdemir Reis disse...

Olá Ana é sempre com grande alegria que visito este importante espaço. Honrado e feliz. Quero agradecer sua amizade. Muito obrigado! Certo estou quando um amigo nos acompanha nenhum caminho é longo demais e vamos além, também que a amizade é como as estrelas, embora não vendo toda hora sabemos que existem. Parabenizo você pela harmonia e qualidade deste trabalho. Grande tema, ótima escolha, excelente texto de Drummond, poema lindissimo, lindo visual, uma preciosidade, gostei. Valeu ter passado aqui. “Muitas vezes basta ser: colo que acolhe, braço que envolve, palavra que conforta, silêncio que respeita, alegria que contagia, lágrima que corre, olhar que acaricia, desejo que sacia, amor que promove. E isso não é coisa de outro mundo, é o que dá sentido à vida. É o que faz com que ela não seja nem curta, nem longa demais, mas que seja intensa, verdadeira, pura enquanto durar. Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.” Cora Coralina. Encontrar-nos-emos sempre por aqui. Aguardo sua visita, passa lá! E volte sempre! Tenha uma agradável e feliz semana de grandes realizações. Muita paz, brilho, proteção e sucesso. Tudo de bom, muita prosperidade... Fique com Deus. Forte e caloroso abraço.
Valdemir Reis

.duas doses de desdém disse...

Que lindo!

Prity disse...

q tristinho esse poema.

Bertonie disse...

Drummond é incrível.
A vida que ele dá as palavras... é tudo muito perfeito.
Atoron ele.
E essa dúvida passa.
Com o passar do tempo todos vão tirando suas máscaras.
Passa. Tudo passa. Até uva-passa.



beigos mil

Ice Ice Baby disse...

me impressiona a sua capacidade de adequar a foto ao poema escolhido.Awesome!

:-)

bj bj bj

Bah disse...

carlos drummond de andrade = O cara


Adorei!

Meu beijo ;*

.: Juliana :. disse...

Ah, dúvidas... quem não as tem?

Obrigada Ana pela força. Sempre bom saber que existem pessoas como vc por perto.

Hoje estou melhor.
Obrigada mais uma vez.

Bjão.

Tataahzinha disse...

Adorei a imagem que combinou perfeitamente com o poema.
x)

Erick Sam disse...

bunito o verso ^^

http://mysolitudewords.blogspot.com/

.: Juliana :. disse...

Sei sim Ana, muitas vezes já planejei algo e não deu certo ou não saiu como eu queria.
Espero que fiques bem. Todos nós temos mesmo nossos momentos de fragilidades.
Hoje eu estou bem, e o dia foi corrido aqui, queria uma cama, mas ainda vou visitar meus pais hoje, se não eles dizem que eu nem ligo para eles, hehehehe.

Se cuida.
Se precisar, chama.

Bom final de semana.

Bjão.