sábado, 16 de janeiro de 2010

.bilhete


"Quando você se sentir sozinho pegue o seu lápis e escreva: no degrau de uma escada, à beira de uma janela, no chão do seu quarto. Escreva no ar, com o dedo na água, na parede que separa o olhar vazio do outro. Recolha a lágrima a tempo, antes que ela atravesse o sorriso e vá pingar pelo queixo. E quando a ponta dos dedos estiverem úmidas, pegue as palavras que lhe fizeram companhia e comece a lavar o escuro da noite, tanto, tanto, tanto... até que amanheça."
[rita apoena.]
.

11 comentários:

thais motta ~ disse...

maravilhoso .

Adorei .

Atreyu disse...

Escrever é meu passa tempo predileto!!!
Ta lindo o Blog com essa nova imagem de topo @@ =*

GueGue disse...

eu tambpem sempre gostei de escrever, mas a falta do que escrever me tirou o gosto.
agor, vou escrever sempre, porque se a gente escreve, não guardamos as coisas ruins dentro da gente.

Beijo aninha!
saudades! mas voltarei sempre

Ivi Derzi disse...

Lindas palavras!
Não conhecia essa escritora, adorei mesmo!

Ana, voltei a "blogar" mas to num blog novo, que só vou divulgar aos poucos, e é claro que não podia faltar vc, né?

http://itsivi.blogspot.com

Beijo querida
;*

Daniel disse...

Gostei do jogo de palavras com tanto sentido quanto uma escrita mais clara.
Muito bom.
Beijo

theroofcat disse...

muito lindo! loving your blog!

Sxxx

Vem me visitar em
www.theroofcat.blogspot.com

Simão disse...

Sem palavras... ou, melhor é impossível? Como sempre, os textos que apresentas são únicos (e eu ia dizer que nem precisam de comentários). Tudo de bom para ti.
Simão

Déia disse...

Amei!

Eu quando estou sozinha, leio, ouço música... se a solidão vira monstro, choro um pouquinho e busco meus amigos... rs

bj

Bela disse...

O som geralmente me faz mais companhia que as palavras.
Talvez porque me falta um pouco de talento, sei lá, rsrs.
Bjinhos ;)

Silvana Alves disse...

já li e reli umas cinco vezes... parbaéns

.ana disse...

[parabéns pra rita, que é ótimaaa!]

;)