sábado, 1 de novembro de 2008

.restos

há quanto tempo eu não ia num açougue!!! [ok, todo mundo sabe, não como carne...] mas eu fui.
sabe assim... muitos pedaços, para todo lado?
coxão duro, coxão mole... coxão de dentro, coxão de fora... patinho!!! filé tava em falta, mas contra-filé tinha aos montes. em oferta.
galinhas? muitas. apodrecendo, para todos os lados. [a crise, sabe?]
porém vi mosquinhas voando, dando conta do recado.

tudo isso só para eu chegar à conclusão de que carne assim, nunca mais. não faria sentido.
mas ainda há muito mercado para a coisa. consumidores vorazes. só que me excluo desse papel. ainda gosto de ter uma vida inteligente.

e viva o capim. e a alfafa....

...

[há quem goste de ser idiota por tempo indeterminado. mas ainda creio que burrice é opcional.]

5 comentários:

.duas doses de desdém - Gui disse...

Ixe...complicado...
beijo, flor!

Vento disse...

sim, e vacas são geneticamente programadas para engordar comendo capim

.ana disse...

lógico, não tenho dúvidas isso.
não só vacas como elefantes e rinocerontes.

christianojose disse...

ainda não cheguei a tal nível de evolução... mas acho que estou no caminho... hehehehe Churrasco não mais!

.ana disse...

o legal de escrever em metáforas é que nem todo mundo entende! hohoho


sim, de fato não comer carne é ótimo. mas eu me referi a outras coisas tb, bem mais além...
/lalala


[que bom te ver de novo aqui, primo praguinha!]