sábado, 15 de agosto de 2009

.parar de pensar

"Você encontra uma lâmpada mágica no meio do deserto, dá uma esfregadinha e de dentro sai um gênio meio afetado, que concede a você a realização de um desejo. Humm... Você pediria um segundinho para pensar? Eu não pensaria um segundo. Aliás, o meu desejo seria justamente este: por bem mais que um segundo, digamos por dois dias, gostaria de parar de pensar. Parar totalmente de pensar. Ué, Saramago escreveu sobre um lugar em que as pessoas paravam de morrer. Salve a ficção, a casa de todos os delírios. Que tal, temporariamente, parar de pensar?
.
Eu acordaria e não pensaria em nada. Sendo assim, voltaria a dormir, sem mais despertar todo dia às seis da manhã, como sempre faço, pensando em mil tranqueiras e coisas a providenciar. Mas parar de pensar não impede a fome, então uma hora eu teria que levantar da cama e ir para a mesa - quem decidiu o cardápio? Aleluia, eu é que não fui. Não penso mais nessas coisas.
.
Abro o jornal, leio todas as matérias e não me ocorre nenhum pensamento tipo: "É pro bolso desses malandros que vai meu imposto", "Não acredito que fizeram isso com uma criança" ou "Caramba, como fui perder este show?". Eu não penso, portanto, não sofro.
.
Passo por um espelho e não dou a mínima para o que vejo. Espinhas, olheiras, cabelo fora de moda, danem-se. Moda, falei em moda? Era só o que me faltava ocupar meu cérebro com essas trivialidades.
.
Tudo vazio lá dentro, um descampado, um silêncio, o paraíso.
.
Você não pensa mais em como aumentar sua renda mensal, em como fazer seus filhos comerem melhor, em como arranjar tempo para deixar o carro na revisão, em como encontrar um lugar barato para passar as férias, em como ajudar seus pais a atravessarem a velhice, em como não ser indelicada em recusar um convite, em como ter coragem para chutar o balde, em como responder um e-mail irritante, em como esconder dos outros suas dores, em como arranjar tempo para ir ao médico, em como você tem medo de que as coisas nunca mudem e, se mudarem, em como enfrentar. Você não precisa pensar em mais nada, você pediu ao gênio e ele, camarada, atendeu. Aproveite, são apenas dois dias.
.
Não precisa ter opinião sobre o Lula, sobre o Alckmin, sobre a segurança do espaço aéreo, sobre a reviravolta do clima no planeta, sobre o último disco do Caetano, sobre o vídeo da Cicarelli, sobre os resultados do Brasileirão. Você está de férias de você. Não tem nem motivo para chorar. Seu amor se foi? Tudo bem. Você não pensa em rejeição, não pensa que ele tem outra, não pensa que vai surtar. Jogue fora os antidepressivos, não precisa nem mesmo passar creme anti-rugas. Por dois dias, seu humor está neutro e suas rugas se foram. Esse seu olhar sereno, essa sua fala pausada... Nossa, sabia que você ficou até mais sexy?
.
Tudo isso é uma viagem sem sentido. Concordo. Mas vai dizer que, às vezes, acionar o pause no cérebro não lhe passa pela cabeça?"
.
.
.martha medeiros, 11 de outubro de 2006 - do livro 'doidas e santas', página 109
.
.
.
[.sim, como eu gostaria às vezes de não pensar em nada. nada de nada. mesmo.]

16 comentários:

.: Juliana :. disse...

Oi Ana, saudades de vir aqui. Demorei mas apareci :)

ADOREI o texto, queria ficar dois dias assim, sem pensar em nada, nada mesmo. Preciso achar a lâmpada mágica urgente, rs.

E no mais, td certo?

Bom final de semana.

Beijão gatona.

Flavih Jones disse...

Ahh, posso pedir a mesma coisa pra mim.
Sei bem o que é isso que vc está falando.
As vezes queria poder dar um time desse mundo.
Pra todo lado só tem desgraças.
E sabe o que é pior, vc saber q vc sosinha não pode fazer nada.

Bom fds pra ti.
ótimo post como sempre.
Beijão. =D

Cristiane disse...

Ana, esse é o desejo que faria a um gênio ! Belo post, e estou lendo este livro!
Bom domingo!

Mariane disse...

Bem parar de pensar eu não gosto não, acho que para mim o meu pause seria parar de "preocupar" por 2 dias, uhuhuhuuhuhhu, seria ótimo!

Bom domingo...

Beijos

Christiano disse...

essas alturas do campeonato eu bem q gostaria dessa ideia de ficar fora do ar um tempinho...

.: Juliana :. disse...

Que bom que com vc está td bem flor.

Aqui com nós tbém, só que ando com uma fome de leão, kkkkkkkkkk, mas tento me controlar.

Agora aparecerei com mais frequência ;)

Bom restinho de domingo.

Bjão.

Prity disse...

Que maravilhava esse text hein .ana? Beijos!

Paula disse...

Deve ser libertador não pensar em nada...preciso de momentos assim, de me esvaziar de pensamentos...pena q não consigo.
Bjos,
Paulinha

Simão Pedro disse...

Oi Ana,

Confesso que seria óptimo não pensar em algumas coisas, como problemas para resolver, decisões a tomar, coisas para esquecer.. enfim, pôr o cérebro de férias.. mas e depois das "férias"?
Tarefa difícil, não é mesmo?

Simão

.ana disse...

vai que a gente volte com o cérebro renovado, enxergando td com mais clareza, hãn? hehehehe [ou não...]

Laaaady ;) disse...

Nossa.. sabe que eu nunca "parei pra pensar" nessa coisa de "não pensar" .. mas depois de ler isso ai, achei até interessante, seria realmente interessante se conseguissemos ficar dois dias sem pensar.. nossa, eu acho que tanta coisa mudaria >.<'

Olha, se vc achar por aí uma lâmpada mágica e o gênio lhe conceder 3 pedidos, um deles vc podia usar pra pedir que eu parasse de pensar por uns dias né?! HAHAHA ;P

Então.. bem legal o post ;)
e uma ótima semana pra tii!

;* beijosss

Simão Pedro disse...

Sabe o que eu acho mesmo, é que em vez de parar de pensar, seria melhor parar PARA PENSAR (o que nem sempre é fácil).. aí sim talvez tudo ficasse mais claro na nossa cabeça e na nossa vida..

Simão

.ana disse...

só pra constar:
laaaady ;)
não to conseguido comentar no teu blog!!! mas fique à vontade para linkar o meu lá. =)

La Sorcière disse...

Esse post tem tudo a ver....
O que eu mais queria hoje, era parar de pensar....
bj

Dri Viaro disse...

é amiga, nas coisas más deste mundo a gente não quer pensar tenta fugir, mas infelizmente está tudo aí, temos que fazer algo não é?
bjsss

Larissa. disse...

Nossa como isso é difícil, no mundo de hoje. Pensar em nada...
Assim que acordamos já somos bombardeados com as mais diferentes informações. As mais inúteis tbm...
Eu queria esse tempinho, assim como você!

bjs
;**