sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

.assim eu sinto

.sensações estranhas tem me acompanhado no últimos dias. o certo, o errado, o querer, o deixar de querer... um vazio que precisa ser preenchido com alguma coisa que ainda não sei. um sentimento nadando contra a maré. uma dor por sentir algo morrendo. [é triste ver um sentimento esmorecer, não?]. não sei o que vai restar disso tudo. parece que anda faltando um pedaço, mas nem por isso me sinto triste. bem pelo contrário. há um monte de outras coisas arrancando meus sorrisos. a janela está aberta, basta eu entender porque a porta se fechou...


"Quando se deseja realmente dizer alguma coisa, as palavras são inúteis. Remexo o cérebro e elas vem, não raras, mas toneladas. Deixam sempre um gosto de poeira na boca - a poeira do que se tentava expressar, e elas dissolveram. Quanto mais palavras ocorrem para vestir uma ideia, mais essa ideia resiste a ser identificada. As sucessivas roupas sufocam a sua nudez. E todas as palavras são uma grande bolha de sabão, às vezes brihante, mas circundando o vazio."


[limite branco - de caio f. abreu]

.

7 comentários:

.Leonardo B. disse...

[nada pior num deserto, que a areia quente... com os oásis suportamos bem]

um imenso abraço

Leonardo B.

aaluah disse...

a janela está aberta, basta eu entender porque a porta se fechou... "


sabias que com pouco dizes muito?
bom. muito bom, principalmente para quem não queria fazer deste um blog de fuxico alheio.


tens ótimas entrelinhas.

aaluah disse...

a janela está aberta, basta eu entender porque a porta se fechou... "


sabias que com pouco dizes muito?
bom. muito bom, principalmente para quem não queria fazer deste um blog de fuxico alheio.


tens ótimas entrelinhas.

Prity disse...

As vezes tenho medo de pensar. Ligo o piloto automático e admiro a paisagem. Mas não raro, dá pane no sistema.

Larissa disse...

Passei há não muito tempo por isso... um vazio, dúvidas, um sentimento se afundando completamente. E entendo a angustia... é como há pouco tempo eu disse: não estou alegre, mas não estou triste... só é algo que naõ sei nomear...
Espero que passe, e que as coisas s resolvam!

Adoro sempre voltar aqui!

;*

Tati Plens disse...

é bem triste mesmo... e às vezes a gente também quer tentar fazer um sentimento morrer por não conseguir lidar com ele dentro da gente. o mais difícil é suportar todos aqui dentro.

ando imensa, às vezes meio triste, mas as pequenas coisas tem me causado sensações imensas... que às vezes nem consigo lidar... tudo infla o meu peito.

Tati Plens disse...

esse trecho do caio é muito forte pra mim.

principalmente nos últimos dias, que eu tentei deixar de me explicar, de conversar com alguém que me fizesse sentir melhor, e no final o universo conspirou e deixou as pessoas próximas sem eu nem dizer nada.

ah essa coisa inexplicável da vida...