sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

.do fundo do espelho

"Fruto de enganos ou de amor,
nasço de minha própria contradição.
O contorno da boca,
a forma da mão, o jeito de andar
(sonhos e temores incluídos)
virão desses que me formaram.
Mas o que eu traçar no espelho
há de se armar também
segundo o meu desejo.
.
Terei meu par de asas
cujo vôo se levanta desses
que me dão a sombra onde eu cresço
- como, debaixo da árvore,
um caule
e sua flor."
.
.
[lya luft - retirado do "perdas e ganhos" >> relendo pela milésima vez.]
.
.
esse poema abre o capítulo 2 e, um poquinho mais adiante, tem um trechinho que me fez parar pra pensar: como a gente cresce e muda, vira um personagem. se não nos vigiamos, muitas vezes acabamos sendo outro... sabe aquela coisa de perder a identidade? sem nem perceber?
às vezes vejo gente mudando por causa de namoro... em outras, as pessoas mudam pra agradar alguém, pra 'comprar' uma amizade... enfim.
daí vem a vida, te dá um tapa na cara e te faz acordar.
acontece, gente... acontece.
.
.
"Muito escutei na infância: "Criança não pensa."
.
Criança pensa. Mas faz também algo mais importante, que amadurecendo desaprendemos: ela é. Contemplando uma mancha na parede, um inseto no capim ou a revelação de uma rosa, ela não está apenas olhando. Está sendo tudo isso em que se concentra. Ela é o besouro, a figura na parede, ela é a flor, o vento e o silêncio.
.
Da mesma forma ela é a frieza ou a angústia dos adultos, sua superficialidade e frieza ou seu amor verdadeiro.
.
E precisa que às vezes a deixem quieta, sem exigir que a toda hora se mexa, corra, fale, brinque, como se contemplação fosse doença."
.
.

3 comentários:

.duas doses de desdém - Gui disse...

Eu amo crianças e a forma como elas enchergam as coisas...cada um de nós deveria ser mais crianaça...

Tu curte Lya Luft? nunca li nada dela, mas tenho curiosidade, qdo comecei a ler o post eu pensei..opa..poema da Ana..mas num era hehe

beijo, querida!!!!!

Vítor Leal disse...

Pois é, sabe aquele negócio que dizem " que não devemos deixar nossa criança morrer!'... se todos pensassem nisso...
esse final de semana foi muito bom p mim, fiz coisas que nem imaginava, nossa peça foi um sucesso, e eu reencontrei por preciosos instantes o gurizinho aquele perdido há uns 10 anos atrás! Vida!!! Renovação! Se eu pudesse ser criança de novo faria o dobro ou triplo do que fiz, ser adulto ás vezes é tão chato...
Bjãooo!
Uma ótima semana!

Piruka disse...

IAUHAIUHAIUHA
obrigado... o nome é autoria da Gui..
.hehehe

bjss e obrigado pela visita!!
=D