terça-feira, 2 de dezembro de 2008

.interlúdio

[cecília meireles]

"As palavras estão muito ditas
e o mundo muito pensado.
Fico ao teu lado.

Não me digas que há futuro
nem passado.
Deixa o presente — claro muro
sem coisas escritas.

Deixa o presente.
Não fales,
Não me expliques o presente,
pois é tudo demasiado.

Em águas de eternamente,
o cometa dos meus males
afunda, desarvorado.

Fico ao teu lado."

[achei tão lindos esses pingüins! to numa fase de "bichinhos fofos"...]

_______________________________________________

[e lembrei agora:

- tchau, pingüim!!!!

-tchau, doce-de-leite!!!**

**piadinha infame...]

4 comentários:

Sara Modenesi disse...

Meu amigo disse que eu falo desmasiado bestialidadas pois estou há muito tempo sem beijar.
><'

Beijos.

aaluah disse...

sabe, nem te conheço, mas fazes muito bem em deixar comentários no meu blog porque me fazem muito bem.








saber que há alguém que se importa ao menos um pouquinho com minhas palavras já é reconfortante...


beijos!





'tchau pingüim doce-de-leite!'

D.Ramírez disse...

eu tbm fico ao teu lado, pq é bom demais aqui!!!! belo poema!!
Besitos

.duas doses de desdém - Gui disse...

Não entendi a parte da piadinha mas mesmo assim adorei!

E eu amo amo amo pinGuins!! uma vez dei um de pelúcia pra uma amiga, mas na verdade eu queria pra mim hihihi

beijos, flor!